4 de maio de 2011

Dona de cão Pinpoo dá dicas para ajudar a encontrar gato Esquilo.

Pessoal,

muitas pessoas ficaram sabendo da irresponsabilidade da empresa GOL ao perder o cachorro Pinpoo embarcado no aeroporto de Porto Alegre com destino ao Espírito Santo no mês de março.

Depois de tanto sufoco, preocupação e de incansáveis buscas por parte de sua dona - que buscou a ajuda da mídia, dos protetores e teve o sumiço do seu cachorrinho divulgado em todos os meios de comunicação - Pinpoo foi encontrado e voltou são e salvo aos braços de dona Nair.


Achamos que depois do ocorrido a empresa GOL tomaria providências para reforçar a segurança dos animais que embarcam em seus aviões, tudo ilusão, agora o gatinho Esquilo está desaparecido por ter escapado da gaiolinha durante o embarque em um dos aviões da empresa.

O dono de Esquilo está desesperado, ainda mais que é bem mais complicado conseguir localizar um gato do que um cachorro...

Abaixo uma matéria que saiu no site da uol e que traz as últimas informações sobre as buscas por Esquilo.

Estou na torcida que esse lindo gatinho tenha a mesma sorte que o Pinpoo e volto logo para os braços de sua família!!

***

" Dona do cão Pinpoo, que desapareceu no dia 2 de março no Aeroporto Internacional Salgado filho, em Porto Alegre, nas mesmas condições do gato Esquilo, a aposentada Nair Flores dá algumas dicas a Maicon Saul Faria, físico que perdeu seu gato, Esquilo, e explica como agiu durante as buscas de seu mascote, que ficou desaparecido por 14 dias.

Grande parte do auxílio nas buscas por Pinpoo partiu de sociedades protetoras dos animais. “Ele [Maicon] tem que correr atrás, entrar em contato com os protetores dos animais. Indico a ANDA [Agência de Notícias de Direitos Animais] e o Fala Bicho, que foram maravilhosos na procura pelo Pinpoo.”

Ao mesmo tempo em que comunicava as sociedades de proteção, dona Nair distribuía avisos entre seus contatos telefônicos, nas redes sociais e em e-mails com o intuito de espalhar a notícia e aumentar as chances de alguém identificar seu animal desaparecido. “Inclusive, já espalhei a história do gato Esquilo entre os meus conhecidos”, comenta.

Nair dá uma dica especial a Faria: procure mais a imprensa e mostre a cara. “Ele tem que aparecer mais na mídia. Divulgar a procura pelo Esquilo e demonstrar seus sentimentos. E nunca deixar de usar a internet.” A utilização das redes sociais fez com que os meios de comunicação se interessassem pela história de Pinpoo, que acabou amplamente divulgada na internet e ganhou espaço em horário nobre na TV.

Dicas para equipes de busca

A aposentada dá mais uma dica fundamental que descobriu somente após dias percorrendo a vegetação em volta da pista do aeroporto Salgado filho atrás do seu cão: “As equipes de busca começaram a procurar o Pinpoo com sirenes ligadas e giroflex [luxez] acionados. Os animais se assustam. Assim como puseram redes amarelas para pegá-lo. Isso assusta o animal. Ainda mais um gato, que é bem mais ágil que um cachorro”.

Pinpoo foi encontrado por um sargento da Brigada Militar, que o atraiu para dentro de sua sala, no hangar do Batalhão de Aviação

, oferecendo um pedaço de frango assado.

Pinpoo está há oito dias em Guarapari (ES), onde viverá com Nair na casa de sua filha. Lá, o cãozinho já está “bem ambientado com o pessoal”, como diz sua dona, referindo-se a outros quatro cães, incluindo os pais do mascote, e três gatos.

Medidas legais

Após o retorno do seu cão, Nair contatou um advogado para tomar as medidas necessárias sobre a perda de Pinpoo. A Justiça acionou a companhia aérea Gol, que tem até o dia 9 de maio para se pronunciar. A aposentada diz que esperou o regresso do mascote para tomar as medidas legais e evitar interpretações equivocadas das pessoas. “Eu não procurei o advogado antes para não parecer que eu queria ganhar dinheiro com o Pinpoo. Por isso esperei a volta dele e, aí sim, contatei um defensor.”

O que chama a atenção de Nair é o fato de o gato Esquilo ter sido perdido durante a espera de um voo da Gol, o mesmo ocorrido com Pinpoo (que iria de Porto Alegre ao Espírito Santo). “Posso dar o contato do meu advogado para o dono do Esquilo. Será muito bom para o gato.”

Nair comenta que, mesmo depois de ser desacreditada e desencorajada a procurar seu amigo, nunca desistiu. Afirma, inclusive, que não cedeu a “acordos” para deixar de procurar Pinpoo: “Aceitei desaforos, mas consegui meu cachorro de volta. Ele [Faria] tem que procurar o gato, meter a cara, mas nunca se rebaixar. Tem que dizer que quer o gato e nada em troca”.

Outro lado

Por meio de nota, a Gol afirmou que “os esforços na busca pelo gato Esquilo permanecem. Banners foram fixados em locais de grande circulação, como pontos de ônibus, portarias de edifícios próximos e nos Correios”. A nota diz ainda que “a Gol também elaborou cartazes que foram colocados nos murais das empresas que atuam no aeroporto de Brasília para que todos os colaboradores tenham acesso à informação”.


“As rondas de carro e a pé também são constantes, uma busca intensiva será feita nas dependências do aeroporto durante a noite de hoje, 29. Ao longo do fim de semana, além das rondas, a procura será intensificada. A Gol contará com o apoio voluntário escoteiros Hokma-Guará para a distribuição de panfletos”, complementa a nota. “Destacamos que nossos procedimentos para o transporte de bichos passam, nesse momento, por revisões constantes para que sejam continuamente melhorados.”

Fonte: http://noticias.uol.com.br/cotidiano/2011/05/04/dona-de-cao-pinpoo-da-dicas-para-fisico-encontrar-gato-esquilo-e-diz-que-esta-ajudando-a-procurar.jhtm

3 comentários:

Célia Barcellos disse...

Oi Janaina, cheguei até o Peludinhos Carentes por causa de uma busca com o Google por "gato Esquilo". Estamos tentando criar um movimento na Internet grande o suficiente para pressionar a Gol a uma colaboração maior, e para abrandar as restrições da INFRAERO. Se vc quiser participar, poderia divulgar em seu site? Aqui tem algum material e links:

http://arvoresnacidade.blogspot.com/2011/06/ajudem-encontrar-o-esquilo.html

Muito obrigada,
Celia

Amapola disse...

Boa tarde.

Tomara que o gatinho seja encontrado mesmo...
Eu tenho uma gatinha parecida com essa. Ela se chama Lili.

Beijos.
Maria Auxiliadora (Amapola)

Fê Freitas disse...

Olá, vc naum me conhece... eu tenho um blog de adoção de animais do PR e sou protetora. Recentemente me enviaram um caso de SP. Porém não tenho mtos contatos ae, vc poderia ajudar a divulgar? http://querumbicho.blogspot.com.br/2012/04/urgente-caes-para-adocao-em-sao-paulo.html É URGENTE!!! desde já agradeço. Bjs