25 de fevereiro de 2010

Pepe, a família se mudará para apartamento e não pode levá-lo.

Gente, é uma situação bastante delicada e pelo bem do animal e da família, estou me empenhando ao máximo para que tudo fique bem.


A Ivania pegou meu telefone num pet shop e entrou em contato pedindo ajuda, ela e a mãe parecem pessoas boas e que estão sofrendo muito com essa decisão... é o tipo de atitude que se toma de coração partido..., eu sofro só de pensar no bichinho, mas encontrar uma nova família para esse cãozinho ainda é a melhor solução, o que acontece na maioria das vezes são famílias que simplesmente abandonam, jogam no meio da rua ou deixam trancados no quintal como móveis velhos que não tem mais utilidade na nova casa...

Elas realmente têm demonstrado muita preocupação e tristeza e, por isso, venho pedir a ajuda de todos voces para conseguir um novo e amoroso lar para esse lindo cachorrinho...

Eu indiquei um hotelzinho aqui na região do Jabaquara para que ele possa ficar até que possamos encontrar um adotante, será um pouco perto do novo endereço e ela e a mãe poderão visitá-lo com bastante frequência, pois é muito importante que ele não se sinta abandonado... e ela me garantiu que de forma alguma irá abandoná-lo...

Abaixo segue um trecho do e-mail que a Ivania escreveu contando toda a situação:

"Janaina, para que você entenda como a situação chegou a este ponto e não pense que estou sendo irresponsável em relação ao assunto, vou te explicar: o Pepe, na verdade era do meu pai que faleceu em março de 2005. Ficando minha mãe sozinha e sem condições para isso, eu saí de meu apartamento na Saúde no final de 2005 e aluguei uma casa em Santana de modo que minha mãe e o Pepe pudessem morar comigo e com minha filha.

Acontece que com o passar do tempo, a distância do meu trabalho, os cuidados da casa (saio de casa por volta das 6:30h e chego por volta das 20:00h, super cansada), a falta de segurança e o valor do aluguel tornaram esta opção inviável. Depois de muita procura, consegui financiar um apartamento e não posso abrir mão desta oportunidade, pois já não sou novinha e preciso pensar no futuro da minha filha, além de ser responsável pelos cuidados com minha mãe.

Não pense que está sendo fácil, tenho passado muitas noites sem dormir direito mas, acredito que Deus vai me ajudar a encontrar uma saída que seja boa para o Pepe e que de alguma forma ele vai entender que não está sendo abandonado, pois estaremos sempre por perto.

Meu irmão vai pegar ele sábado para levar para alguns amigos conhecê-lo mas, ele próprio também não poderá ficar com ele pois, também mora em apartamento.

Ele tem 09 anos, é castrado, está com as vacinas em dia, não gosta muito de ficar sozinho e prefere a companhia das pessoas, se dá muito bem com outros cães, desde que não se sinta ameaçado, é muito carinhoso, fiel e defende as pessoas de quem gosta.
Como está ficando meio 'velhinho' passa boa parte do dia dormindo.

Também tenho tentado junto a vizinhos e conhecidos encontrar alguma solução, que eu espero também estar sendo procurada pelos meus dois irmãos que sabem desde outubro do ano passado desta mudança e ficaram de resolver este nosso problema.

Um abraço,
Ivania"

Gente, por favor, vamos todos nos empenhar ao máximo pra conseguir uma nova família para o Pepe?

A Ivania me disse que gostaria de doá-lo pra alguém da região da Zonal Sul para que ela e a mãe possam visitá-lo sempre que possível.

Vamos ajudar?

Qualquer novidade, entrem em contato comigo: jvidal.rocha@gmail.com

Ou 11-8652-9512

Obrigada

Jana

Um comentário:

lucas disse...

que lindinho eu faria de tudo para levar ele