10 de abril de 2008

Perigos em Casa (Isaura e o Fio Dental)‏

Quero compartilhar com voces que amam seus animais sobre alguns cuidados simples, mas de muita importância que evitarão o sofrimento de todos (das pessoas e dos bichinhos) e também gastos desnecessários.

A Isaura sempre foi uma gatinha carinhosa, brincalhona e gulosa, mas certo dia percebemos que ela estava ficando muito apática.

Começou perdendo o apetite e em seguida vieram crises de vômito e diarréia, qualquer coisa que ela comia ou bebia era colocado pra fora quase que imediatamente.

Ficamos muito preocupados e foi então que começou nossa peregrinação em clínicas veterinárias.

Foi aquele stress, várias horas, vários dias em clínicas, laboratórios e os médicos não conseguiam diagnosticar a doença da Isaura, os remédios não faziam nenhum tipo de efeito..., ela emagreceu demais e ficou muito debilitada, era de cortar o coração vê-la naquele estado de total prostração...

Fizemos de tudo, a Isaura ficou internada por vários dias tomando soro e medicamentos, fez exames de sangue, tomou vários tipos de remédios, fez ultrassonografia, mudamos de veterinário, mudamos a ração, fizemos tratamento homeopático... e nada!! Pensamos até que poderia ser algo psicológico...

Estávamos muuuito tristes, ela parecia não reagir a nenhum tratamento e estávamos perdendo as esperanças de um dia vê-la curada.

Quando não se sabia mais o que fazer, a médica veterinária começou a suspeitar de câncer e solicitou uma endoscopia.

Levamos a Isaura na mesma semana para fazer o exame e enquanto o procedimento era realizado ficamos na sala de espera aguardando a volta do vet e da nossa gatinha, estávamos aflitos, com o coração na mão... pedindo à Deus pra que não fosse nada grave, pra que nossa Isaura ficasse 100% novamente...

Depois de algum tempo o veterinário apareceu com as fotos do exame e com duas notícias que nos deixou perplexos:
1) não era câncer!!! GRAÇAS A DEUS!!

2) o problema da Isaura durante todo esse tempo era UMA LINHA, MAIS PRECISAMENTE UM PEDAÇO GRANDE DE FIO DENTAL que ficou enrolado no final da lingua dela e as pontas iam até o estômago provocando ânsia e desconforto. (Segue laudo médico com as fotos da endoscopia em 20/08/2005)

Gente, olha que perigo!! Provavelmente alguém em casa não jogou o fio DENTRO do lixo e ela começou a morder a pontinha do fio (gatos adoram linha e o gostinho de fio dental é um atrativo a mais...) ... e deu nisso tudo!!!

O fio deu várias voltas e estava quase decepando a lingua dela, as pontas que estavam livres, faziam movimentos de sobe e desce por todo o aparelho digestivo provocando os vômitos e um tremendo desconforto.

Foi quase 1 ANO de sofrimento, de tristeza, de desespero... o fio dental ficou dentro dela por quase 1 ano!!
O veterinário cortou a parte que estava enrolada na lingua e as pontas foram empurradas pro final do estômago e começo do intestino para que ela pudesse expelir naturalmente (seria perigoso puxar a linha, poderia estar preso em algum lugar e isso poderia levá-la a morte).

Ela ainda corria certo risco de vida, pois se a linha não saísse teríamos que fazer uma cirurgia em caráter de emergência para retirada do resto. Mas...... graças a Deus, depois de 1 mês da data do exame o fio saiu no meio das fezes.

Foi um grande alívio pra todos nós!! Não dá pra explicar a FESTA que foi ver a Isaura livre daquele incômodo horroroso!!

Hoje ela está bem, está linda, gordinha..., mas ainda sofre algumas consequências causadas pelo fio dental..., é uma gatinha problemática, mimada e muito exigente.... não gosta muito de ração seca, é viciada em Whiskas sachet...., sei que não faz muito bem, mas acho que ela ficou viciada por ser a única coisa que ela conseguia comer na época em que o fio a incomodava..., mas apesar de tudo está bem, é uma fofa e alegre

Amigos, esse e-mail extenso contando a história da minha Isaura é um ALERTA para todos que têm bichinhos em casa tomarem muuuito cuidado com o lixo, linhas, fios, pedacinhos de plástico, barbante... tudo isso pode causar um terrível acidente e isso serve tanto pra gatos quanto pra cachorros.

E ao observarem o bichinho com esses sintomas corram pro veterinário e falem sobre essa possibilidade.

Muito cuidado!!

Graças a Deus a Isaura pôde contar com a família incansável e hoje está bem, mas muitos não percebem ou não insistem o suficente para descobrir a causa e o que fazer para curar o bichinho, então muita atenção!!!

Aquele velho ditado: PREVINIR É MELHOR DO QUE REMEDIAR.

6 comentários:

Michelle Gimenes disse...

Oi, Janaina!
Visitando o site do AUG, vi seu link e acabei dando uma xeretada em seu blog. Este post, em especial, chamou minha atenção, pois é bem comum a idéia de gatos brincando com novelos de lã, e isso é super perigoso. Meu gato engoliu um grande pedaço de barbante quando era bebê (era meu primeiro gato, eu não tinha experiência). A sorte é que eu vi ele enroscado e comecei a puxar. Ainda bem que não havia enroscado no intestino. Depois desse dia, nunca mais deixei nenhum tipo de cordinha dando sopa. E sempre aviso as pessoas que não estão acostumadas com gatos para tomar cuidado.
Enfim... Parabéns pelo blog e pelas atitudes!

Janaina disse...

Oi Michelle.

Também já tinha percebido isso... a gente sempre vê figuras, fotos e desenhos de gatinhos brincando com novelos de lã.... é lindo de se ver... na foto, mas na vida real um grande perigo!!
O estrago pode ser fatal na vida do bichinho...

Sempre aconselho às pessoas para tomarem o máximo de cuidado com esses "brinquedinhos".

Obrigada por suas palavras de apoio e pode "xeretar" meu blog sempre que quiser... vou tentar manter sempre com novidades e atualizações.

Bjs e felicidades pra vc e pros seus peludinhos.

Paula disse...

Oie Janaina!

Estou passsando por uma situação semelhante a Isaura com o meu gato Mel, que achei abandonado na rua e adotei. Tudo começou após 4 dias que o Mel tomou um vermífugo, onde sentiu febre (percebi pelo nariz seco e pela temperatura acima do normal) e parecia ter uma dor na região entre as patas traseiras. Medicamos o Mel com um antitóxico, e ele melhorou. Passou a morder e ficar como antes. Depois de uma semana, ele começou a inchar na barriga, como ele come bastante, achei que estivesse engordando. Na verdade, após um semana, o Mel estava com a barriga muito inchada e como não tinha tempo livre, adiei a visita ao veterinário.
Sexta, levei-o ao médico, fez uma ultra-som, e foi detectado um fio enrolado na alça intestinal e ascite (barriga d'agua ocasionada pela infeccão intestinal). o Mel está tomando dois diuréticos, antibiotico, antitoxico e uma vitamina.Ele tem apenas 4 meses e uma familia inteira apaixonada por ele.
Após ler sua história, fiquei um pouco mais confiante em ver a alegria do Mel novamente. Achei linda a sua perseverança, acredito no amor aos animais dessa forma incondicional!

Joelma disse...

Nossa muito obrigada por ter dividido sua experiencia, acabei de imprimir tudo e amanha vou levar pro veterinario que esta cuidando do meu gatinho, meu gato estava brincando com um lacinho inocente.. que desfiou e certamente está enrolado em algum lugar... o medico mandou eu trazer de volta e aguardar e observá-lo por 24h... pra ver se ele come e defeca, mas até agora só vomitou bastante... estava desesperada pois o medico falou em cirurgia... agora estou mais animada pois com seu depoimento ele verá a possibilidade de tentar através da endoscopia! muito obrigada mesmo!

Paulo disse...

Puxa, eu tenho gatos há muitos anos e nunca tive um problema desse.
Hoje brinquei com meu gato com um barbante pequeno, me distrai por 2 minutos fazendo outra coisa e quando voltei ele estava terminando de engolir.
Fiquei desesperado. Quase nao acreditei que ele tinha engolido, nem me passava pela cabeça que ele faria isso.
Esse tipo de coisa precisa ser mais dita: não se pode deixar o gato brincar sem supervisão com fios e barbantes pois ele pode comer!!
Nunca tinha acontecido e eu nao imaginava que ele seria capaz pois gatos são muito seletivos com comida.
Que horrivel e agora bate um sentimento de culpa, pois fui eu que dei o barbante pra ele...
Só me resta ficar atento com o comportamento dele, olhar as fezes todos os dias e torcer pra que nenhum mal aconteça...

Elaine Branco disse...

Oi Paulo, deu tudo certo com seu gatinho?
Acho que o meu engoliu o barbante do brinquedo pois não acho em lugar nenhum...